Terapia da fala em meio aquático

Embora seja possível ser um bom instrutor mesmo sem ter muitos conhecimentos sobre os efeitos da água percebe-se sempre que há limitações, a menos que se aprenda a compreender a acção e a interacção da água sobre um corpo que está emerso, de acordo com as leis da física. Essas leis governam tudo o que se faz dentro de água.

Existem muitas diferenças entre o nosso dia-a-dia num mundo mergulhado no ar, com algumas superfícies sólidas, e um mundo aquático.

Algumas dessas diferenças são óbvias: a água é molhada, o ar não; podemos sentir a água mas normalmente não sentimos o ar; podemos inspirar e expirar o ar mas não podemos inspirar a água; os movimentos na água são bastante mais lentos; percebe-se também uma força de ascensão habitualmente chamada flutuabilidade que à medida que se desce mais fundo na água; e, a água é bastante mais densa que o ar, cerca de 800 vezes.

Assim estar na água é muito diferente do que estar no solo. Temos que reaprender a forma de nos equilibrar, de girar, de deitar e de levantar, porque os métodos para esses movimentos são diferentes. Muito das nossas formas de fazer as coisas na terra não servirão quando estamos dentro de água. Contudo com um ensino eficiente essas diferenças podem transformar-se em grandes vantagens.

Os Terapeutas da Fala que intervêm em meio aquático podem fornecer uma visão fantástica na forma como a água pode ser usada para retirar o máximo de uma sessão terapêutica. O meio aquático fornece um ambiente perfeito para a intervenção por ser um meio informal, estimulante e divertido para a realização de exercícios/actividades. Cria uma experiência agradável e confortável. Depois de um paciente estar clinicamente apto para participação em água, há muitas áreas de tratamento que podem ser abordados no contexto da piscina como a respiração, comunicação, fala, linguagem, sensibilidade …

Aqui fica o desafio…

Rita Alegria

One response to this post.

  1. Posted by Eva Antunes on Março 24, 2010 at 11:27 am

    Esta é uma abordagem diferente e, concordo, estimulante. É um privilégio ter tido a oportunidade de conhecer esta forma de trabalho e a TF Rita. Espero mais posts…

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: